Siemaco conquista pagamento judicial de PPR para mais de 2 mil garis de Curitiba

postado em: Notícias | 0
Um reforço mais que bem-vindo no orçamento de final de ano. Mais de 2 mil garis de Curitiba começaram a receber hoje cerca de 3,6 milhões por ganho de processo judicial movido pelo Siemaco.
Em 2013 a Cavo, empresa responsável pela limpeza pública da capital, alegou não ter alcançado as metas e não pagou a segunda parcela do Programa de Participação de Resultados (PPR) aos seus funcionários. O Siemaco questionou a empresa e por não haver um embasamento administrativo, ingressou com o processo na justiça.

Dez anos depois, os garis de Curitiba são os únicos do grupo Cavo-Estre no Brasil a receber pelo PPR do período. “O dia que todos esperavam chegou e finalmente podemos fazer esse pagamento aos nossos trabalhadores graças ao empenho do Siemaco e o trabalho do nosso departamento jurídico”, declarou Manassés Oliveira, hoje presidente da UGT-PR, que iniciou o processo em 2013.
Alexandre O. da Silva, presidente do Siemaco, afirmou que agora a justiça está sendo feita. “Nós do Siemaco nunca deixamos de acreditar e lutamos incansavelmente por 10 anos, acompanhando todas as fases do processo e da empresa, para que hoje esses pagamentos acontecessem”.

O pagamento tão esperado foi muito comemorado pelos trabalhadores, muitos já em outras profissões, como o Everson Vieira Bet, que era coletor na Cavo e hoje é porteiro em uma empresa de Araucária. Everson chegou no Siemaco às 04h40 da manhã e garantiu o primeiro lugar na fila. “Eu sabia que um dia a gente receberia e esse dinheiro chega em ótima hora”, contou o trabalhador.
A previsão é que mais de 1.000 garis passem hoje pelo Siemaco para receber o processo. O segundo lote de pagamento acontecerá em dezembro. Todos os trabalhadores ativos da Cavo-Estre em 2013 que são representados pelo Siemaco terão o direito ao pagamento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × 3 =