SIEMACO COBRA DIREITOS DE TRABALHADORES SEM PAGAMENTO

postado em: Notícias | 0

Siemaco cobra direitos de trabalhadores sem pagamento

Trabalhadores da empresa FFS, que prestavam serviços para o município de Colombo em unidades do CREAS, se reuniram ontem em assembleia com assessores e o departamento jurídico do Siemaco para esclarecimento das dúvidas referentes ao andamento processual e assinatura dos termos de acordo.

Os trabalhadores não receberam seus salários e benefícios de fevereiro e março, afetando diretamente suas vidas e seus compromissos financeiros.

O Siemaco ajuizou Ação de Tutela Cautelar, com pedido de medida liminar cobrando o pagamento das verbas rescisórias, salários e benefícios. Após o deferimento da medida liminar, a Empresa FFS, apresentou proposta de acordo aos trabalhadores.

Durante a reunião foi esclarecido aos trabalhadores que caso haja descumprimento do acordo, haverá a continuidade da demanda, inclusive em face do tomador de serviços (município de Colombo).

O diretor do Siemaco Rafael Geronimo acompanha de perto a situação. “É fundamental que o tomador de serviço, nesse caso a prefeitura de Colombo, fiscalize os contratos. O que é acordado deve ser cumprido, se não, quem sai perdendo é o trabalhador”.

Paralelo a ação judicial, o Siemaco, por meio da FACOP, está auxiliando os trabalhadores que estão desempregados a se recolocarem no mercado de trabalho. Os interessados em participar de processos seletivos para oportunidades de trabalho em Curitiba e Região Metropolitana podem se cadastrar pelo site (https://facop.compleo.com.br/), ou participar dos mutirões de emprego que acontecem todas as sextas-feiras na Central de Empregos, que fica na rua Duque de Caxias n.º 255.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

15 + 14 =